Nova sede própria da RESEX de Arraial do Cabo: um marco na história da conservação e sustentabilidade da região

Foto: Joaquim Lima

Oficialmente, quase trinta anos após a sua criação, a Reserva Extrativista Marinha do Arraial do Cabo está de casa nova e própria.  Na sexta-feira, 24 de novembro, cerca de 80 convidados marcaram presença na cerimônia oficial de entrega de chaves da nova sede da única reserva da marinha do Estado do Rio de Janeiro: um imóvel de cerca de 600m2 , localizado na Praia dos Anjos, próximo à Marina dos Pescadores.

O evento foi organizado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), gestor do Projeto Apoio a UCs, por meio do qual o imóvel foi adquirido e doado ao Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), órgão gestor. Estiveram presentes representantes de organizações federais, como Ibama, ICMBio,  equipe do Funbio e membros de associações e instituições ligadas à pesca local, como Fundação Instituto De Pesca De Arraial Do Cabo, Associação da Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo – Aremac e Associação de Pescadores de Arraial do Cabo – APAC. O prefeito do município, Marcelo Magno, também prestigiou o encontro.  ciceronizado pelo atual gestor da reserva,

Entre as falas na cerimônia, celebração por melhorias nos trabalhos em prol da conservação marinha. O FUNBIO foi representado por  Manuela Muanis, gerente de portfólio – FUNBIO e Ana Helena Bevilacqua, gerente de projetos – FUNBIO; o ICMBio pelo gestor da reserva, Leandro Goulart,  Flavia de Oliveira, diretora de planejamento, administração e logística (Diplan) e Breno Herrera, gerente regional  na Região Sudeste e a empresa PRIO por Francilmar Fernandes, diretor de operações.

“Acredito que a entrega das chaves da nova sede vai definitivamente mudar a história da RESEX aqui no município de Arraial do Cabo. O primeiro objetivo de aquisição deste espaço é, além de tudo, também dar condições de trabalho para a nossa equipe, que vem melhorando cada vez mais no dia a dia e se envolvendo mais com a comunidade. Trabalharemos para que este espaço seja o mais participativo, pedagógico e de inclusão que a gente possa ter aqui na nossa unidade de conservação”, explica o atual gestor da reserva, Leandro Goulart, que complementou descrevendo as futuras instalações da nova sede, que será submetida a um breve período de obras.

Segundo Manuela Muanis, gerente de portfólio do FUNBIO, a sede da RESEX Arraial do Cabo é a pioneira entre as unidades de conservação a conquistarem recursos para a aquisição de um bem imóvel: “Essa sede a gente pensou em conjunto e foi um processo bastante complexo. Esperamos que este espaço seja de diálogo, conscientização, recepção, e que Arraial só ganhe com essa sede. E que a biodiversidade marinha, acima de tudo, se favoreça”, ressalta a representante do Fundo.

“A missão da proteção ambiental é muito maior do que apenas caber no papel do governo. Ela precisa ser compartilhada com a sociedade civil. E, por isso, esse deve ser um espaço coletivo de construção de parcerias, discussões em uma missão conjunta para a conservação da biodiversidade brasileira”, lembra Breno Herrera, gerente regional do ICMBio, na Região Sudeste.

Já o diretor de operações da PRIO, Francilmar Fernandes, relembrou do desafio de fazer o melhor possível, para que tudo isso acontecesse de verdade, numa aposta que envolvesse a inovação. “A diretriz sempre foi selecionar bons projetos e investir para que os recursos chegassem o mais rápido possível na ponta. Ver essa concretização, hoje, depois de tanto esforço e trabalho, de interagir com tantas pessoas das associações e ver isso acontecer, traz um sentimento de muita alegria ver que conseguimos, juntos, alcançar mais esse objetivo”, ressalta.

Ao longo do evento, a sede recebeu familiares de pescadores expondo seus acessórios e artesanatos, além de exposição de fotos com a trajetória da Reserva. Para o encerramento, o gestor da RESEX Arraial do Cabo convidou aos presentes para acompanhar uma roda de conversas, que reuniu profissionais protagonistas da conservação do meio ambiente, pesca artesanal e poder público local, entre eles o prefeito de Arraial do Cabo, Marcelo Magno; Iara Vasco Ferreira, diretora de manejo do Instituto Chico Mendes; Eraldo Cunhapresidente da Aremac e Raimundo Nonatto, diretor da APAC.

Para o prefeito da cidade, Marcelo Magno, o trabalho em conjunto e a aquisição da nova sede da Resex é uma conquista de todos. “Eu não acredito em vitória sem trabalho e vejo a ação das equipes do ICMBio, do IBAMA, do Leandro, gestor da Resex, dos pescadores e associações como um grande feito para Arraial do Cabo”, destaca.

A nova sede da RESEX Marinha do Arraial do Cabo tem um papel fundamental na estratégia de promoção da sustentabilidade da pesca artesanal aliada à conservação da biodiversidade. Traz impacto diretamente à vida de mais de 2.400 famílias de pescadores artesanais, marisqueiros e maricultores, além de impulsionar a renda local por meio do turismo de base comunitária. O novo espaço corrobora, estrategicamente, com as atividades propostas e realizadas pela reserva e seu viés transformador aos associados

Projetos